Ferreira & Melo

IMPRENSA

    ELEITORES QUE NÃO VOTARAM DEVEM IR A CARTÓRIO - 15/02/2011

    Os eleitores que não votaram nem justificaram a ausência nas últimas três eleições realizadas no Brasil têm até o dia 14 de abril para regularizar sua situação. Para isso, eles devem procurar um cartório eleitoral. Em todo o país, mais de 1,4 milhão de pessoas podem ter seus títulos cancelados.

    Em São Paulo, são mais de 350 mil pessoas nesta situação. O estado é o que apresenta o maior número de títulos que podem ser cancelados. Apenas na capital, 110 mil pessoas devem ter seus documentos regularizados.

    Para não correr o risco de perder o título, o eleitor deve procurar o cartório eleitoral onde está registrado e levar um documento de identificação, o título e comprovantes de votação ou justificativa das últimas eleições na qual votaram ou justificaram. Para cada turno faltante, será cobrada uma multa de R$ 3,51.

    A lista de quem precisa ir ao cartório está disponível no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo. Outras dúvidas também podem ser tiradas pelo telefone (11) 2858-2100, que funciona das 12h às 19h.

    Quem tem seu título de eleitor cancelado não pode obter passaporte ou CPF, se inscrever em concurso público, assumir cargo ou função pública, renovar matrícula em estabelecimentos oficiais de ensino, obter empréstimos em caixas econômicas federais e estaduais e até mesmo receber salário (em caso de servidor público).

    Os cartórios eleitorais da capital paulista atendem das 12h às 18h. No interior, o horário é fixado pelo juiz eleitoral.

Rua Vergueiro nº 1.353 - CJ 1.309 - Paraíso - São Paulo - SP CEP 04101-000 - 55(0XX11) 3225-4330 - e-mail: contato@ferreiraemelo.com.br
2010 - FERREIRA E MELO ADVOGADOS ASSOCIADOS . TODOS OS DIREITOS RESERVADOS .Socci Comunicação